domingo, 29 de agosto de 2010

Nota de esclarecimento.


Somente para esclarecer os fatos mencionados pelo presidente da Assembleia dos Direitos Humanos.
A brigada Militar foi chamada pelo Hospital Mãe de Deus,e não pelos seus familiares. Invadiu o quarto do meu pai para a retirada do mesmo a força a pedido da administração do Hospital Mãe de Deus.
Ambos agiram arbitrariamente e fora da lei que protegem o idoso tanto quanto o cidadão brasileiro, Conforme o Estatuto do Idoso, “Art. 2o O idoso goza de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sem prejuízo da proteção integral de que trata esta Lei, assegurando-se, por lei ou por outros meios, todas as oportunidades e facilidades, para preservação de sua saúde física e mental e seu aperfeiçoamento moral, intelectual, espiritual e social, em condições de liberdade e dignidade.”
Conforme consta no áudio do vídeo da Brigada Militar aonde meu irmão pergunta porque os militares estariam no quarto de uma pessoa hospitalizada e recuperando-se de AVC? A qual estes militares respondem que o Hospital os havia chamado.
Esperamos providências após mais de 60 dias não obtivemos resposta alguma sobre o fato acima citado,nem do ministério público e muito menos do comandante da Brigada Militar  bem como as demais autoridades!!!

2 comentários:

C C Maia disse...

Embora não seja otimista acho que o caminho é este seu: denunciar de todas as formas, com os mecanismos que temos à disposição. É um exemplo que todos deveríamos seguir.
Gostei de conhecer este espaço. Aproveito para agradecer a visita ao meu blog e a participação.

☯ℒ❀LuGoyaZ❀♬✪ disse...

Olá amigo! A princípio quero parabenizá-lo por sua iniciativa tão bem vinda em um país como Brasil que ainda não tem essa preocupação como cultura em favor dos idosos. Tenho meus pais vivos e são idosos, pessoas indefesas como bebês e precisam de carinho tanto quanto estes. O Rio de Janeiro é o lugar abençoado e que abriga a maior população idosa do país. Abraço com carinho e muito grata por seguir meu blog. LuGoyaZ.

Postar um comentário

Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.